Fazer mais, com menos, o desafio nosso de cada dia

segunda-feira, 23/05/2016 em Mercado de eventos
Fazer mais, com menos, o desafio nosso de cada dia

Eliana Azeredo *

O mercado de eventos corporativos está se mantendo a salvo em meio à instabilidade econômica e política do País. Hábil em dribles desde sempre, tem conseguido assegurar a integridade diante da crise. No entanto, todos nós, empreendedores, precisamos rever nosso negócio, fazer ajustes financeiros e nos adaptarmos aos percalços do momento. E, no mercado de eventos corporativos, não é diferente. Contudo, o que para alguns pode ser visto como limitação, para outros são oportunidades. A atitude faz toda diferença.

A empresa que organiza eventos entra como um importante aliado das marcas e instituições, já que seu papel vai muito além da operacionalização das ações idealizadas. Neste cenário turbulento, cada vez mais os líderes e suas empresas precisam provocar a percepção das suas iniciativas, promover eventos para fomentar os negócios e conectar as pessoas dentro de parcerias estratégicas. A exposição da marca, o relacionamento com os clientes e o desenvolvimento interno das diversas plataformas depende, em boa parte deste segmento para aguçar e ratificar a valorização da entrega e, claro, prospectar e aumentar o portfólio.

As empresas que mantiveram sua agenda estão trabalhando com um orçamento menor e mais espaçadamente. Ainda assim, isso já é uma boa notícia porque denota o quanto os executivos estão conscientes da relevância da atividade. Naturalmente e mais do que nunca, é preciso pensar e agir estrategicamente, além de investir em tecnologia e inovação para minimizar custos e construir os melhores resultados. Nessa hora, você é desafiado a se reinventar e a manter a qualidade do trabalho, fazendo “mais com menos”. Portanto, a criatividade e a flexibilidade junto a clientes e parceiros são fundamentais.

Temos que ser resilientes! Fazer um eficiente planejamento para alinhar capacidade de atendimento e demanda de mercado é importante para manter-se durante todo o ano. Além disso, capacitar os colaboradores e valorizar a equipe ainda é o melhor caminho para a longevidade do negócio em qualquer área.

* Diretora da Capacità